Este espaço virtual foi criado com o intuito de compartilhar experiências vividas em sala de aula
(nas disciplinas Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Literatura), bem como sua utilização como mais uma ferramenta
para o ensino-aprendizagem de modo a tornar o processo educacional mais instigante e desafiador para
o aluno dessa geração tecnológica.


sexta-feira, 5 de março de 2010

To be or not to be + Lesson Plan

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
CAMPUS UNIVERSITÁRIO DE BRAGANÇA
CURSO DE LETRAS - HABILITAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA – ANO 2006
SEMINÁRIO INTERDISCIPLINAR II – 2ª PARTE
Língua e Civilização Contemporânea:

Aula de apresentação da disciplina “Língua Estrangeira – Inglês” aos alunos de 3ª e 4ª etapas da Educação de Jovens e Adultos

PROFESSORES ORIENTADORES:
Ciléia Menezes
Dircelene Guedes
Franco Avelar

COMPONENTES DA EQUIPE:
Alessandra Pinheiro da Costa 0612000604
José Ribeiro da Silva Júnior 0612001204
Luzileida Sousa Corrêa 0612003304
Rosália Souza de Oliveira 0612001304
Sheila da Silva Noronha 0612002904
Nilce Leão dos Reis 0612002004

ASSUNTO: “To be or not to be?”: introduzindo as três estruturas frasais do verbo mais recorrente na língua inglesa.

JUSTIFICATIVA
Como a língua inglesa está sendo introduzida no currículo escolar das turmas de Educação de Jovens e Adultos do Ensino Fundamental neste ano de 2007, houve uma preocupação dos estudantes da turma de Letras/2006 – Habilitação em Língua inglesa de apresentar a nova disciplina de uma forma agradável e dinâmica para afastar o estigma de disciplina difícil, que para alguns alunos que já estudam o idioma vêm se mantendo há algum tempo.
Por isso, nossa equipe apresentará propostas dinâmicas do ensino-aprendizagem da disciplina para que o primeiro contato desses alunos com a língua inglesa não seja a causa da aversão pela matéria para o resto de suas vidas.
Dentro desta perspectiva, nosso grupo de trabalho projetou uma aula sobre o verbo “to be” no tempo presente simples, envolvendo suas três estruturas frasais (afirmativa, negativa e interrogativa). O desenvolvimento dessa aula consistirá em uma breve exposição oral sobre os aspectos básicos do assunto e culminará com atividades criativas de fixação de vocabulário e estruturas definidas na exposição didática (ao todo 5 atividades entre dinâmicas e jogos).
A hipótese levantada sobre a aplicação de atividades, feitas através de jogos didáticos, é a de que possibilitará uma interação maior entre os alunos e a equipe, bem como servirá para despertar a motivação necessária para a efetivação do ensino-aprendizagem dos alunos da Educação de Jovens e Adultos em relação à disciplina Inglês.

OBJETIVO:
Diante da hipótese apresentada, o objetivo da equipe é o de levar os alunos da Educação de Jovens e Adultos da Escola Cel. Aluízio Pinheiro Ferreira a reconhecer as estruturas afirmativa, negativa e interrogativa do verbo “to be” em pequenas orações em língua inglesa, introduzindo as noções de sujeito, verbo e complemento, elementos indispensáveis em quase todas as frases em inglês.
Por isso, ao apresentar a disciplina de forma dinâmica e agradável, pretendemos alcançar a participação dos alunos nas atividades programadas a fim de motivá-los e proporcionar-lhes um “background” para as próximas aulas de inglês na escola.

MATERIAL DIDÁTICO:

- Figuras / recortes de revista e jornal
- Tarjas com estruturas frasais;
- “Cards”; Cartazes;
- Cartaz de pregas;
- Quadro, giz ou “marker”
- Alfinetes


METODOLOGIA
- Breve aula expositiva do assunto;
- Organização de atividades lúdicas para fixação da aprendizagem.


xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

PLANO DE AULA: To be verb: affirmative, negative and interrogative forms
CH 50 minutos
PÚBLICO ALVO: Alunos da EJA – 3ª e 4ª etapas

1. Afirmative form (Sheila e Júnior)

- Introdução ao vocabulário básico:
Occupations: actor, actress, teacher, student, singer, model, driver, cook, soccer player, fisher.
Pronouns: I, you, he, she, it, we, they

- Estrutura afirmativa:
Posição das palavras: Sujeito (pronome, nome) + verbo “to be” (am, is, are) + complemento
Exemplo: She is a teacher.
Sheila is a teacher.

- Atividades práticas para fixação do conteúdo:

1. WHAT’S THE PRONOUN? (Qual é o pronome?)
 Preparação: cartaz com figuras de pessoas, animais e objetos;
 O professor escolhe um aluno, aponta para uma das figuras do cartaz e faz a seguinte pergunta: “What’s the pronoun?”;
 Os alunos deverão responder usando um pronome de acordo com a figura indicada;
 A atividade termina quando todos os pronomes são relembrados.

2. PRONOUN / NOUN (Pronome / nome)
 Preparação: Frases (com sujeito + verbo + complemento) escritas em um cartaz;
 Os alunos deverão substituir os nomes das pessoas, animais e objetos por seus pronomes correspondentes (“cards” entregues a eles com antecedência);
 A atividade termina quando terminarem os “cards” preparados pelo professor (os dessa atividade são sete).



2. Negative form (Rosália e Luzileida)

- Introdução ao vocabulário básico:
Palavra de negação: not
Qualidades: tall, short, blond, fat, thin, ugly, beautiful, handsome, big, small, happy, sad.

- Introdução do “not” na estrutura frasal: logo após o VERBO.
Exemplo: She is a teacher. ------ She is not a teacher.
They are teachers ------ They are not teachers.
I am a teacher. ------ I am not a teacher.

- Contração do verbo + not (is + not = isn’t / are + not = aren’t). Obs.: não se contrai am + not.
Exemplo: She is not a teacher. ------ She isn’t a teacher.
They are not teachers. ------ They aren’t teachers.

- Atividades práticas para fixação do conteúdo:
1. HANG MAN! (Carrasco – aquele que enforca) – O jogo da forca
 Preparação: uma base de papelão forrada com papel madeira ou jornal com um barrado de pregas para colocar as letras das palavras/frases; um desenho da forca e um local para marcação de pontos para pregar na base de papelão; um boneco bem engraçado desenhado em papel resistente com cabeça, tronco e membros separados; velcro ou alfinetes para pregar as partes do boneco na forca; frases negativas com o verbo to be (mais ou menos 3 frases para cada grupo) recortadas letra por letra e numeradas no verso para marcar a ordem;
 Coloca-se cada frase em um envelope;
 Divide-se a turma em dois ou quatro grupos;
 Os grupos tiram par ou ímpar (even or odd) ou jogam um dado de papelão com números de 1 a seis escritos. Quem ganhar começa o jogo;
 O professor dispõe a frase na base de pregas com os números voltados para fora e as letras para dentro (o vocabulário deve ter sido estudado previamente);
 Um aluno do grupo tentará adivinhar as letras que compõem as frases. Se acertar, o professor desvira a(s) carta(s) com a(s) letra(s) e ele continua jogando, se errar, uma parte do corpo do boneco (começando pela cabeça) é colocada na forca e ele passa a vez de responder para outro colega;
 A cada rodada, se o jogador souber dizer a frase completa, ele pode terminar o jogo. Se disser a frase de modo errado, mais uma parte do corpo é colocada na forca e o jogo continua com outro aluno do grupo;
 Continua assim, até alguém acertar a frase ou terminarem as chances (apenas 6);
 A pontuação (máxima de 6 pontos) corresponde ao total de partes do corpo que não foram colocadas na forca em cada jogada, ou seja, se o grupo perdeu a cabeça, o tronco e um braço, perdeu 3 pontos e só fez 3 nesta rodada (o outro braço e as duas pernas);
 Se o homem for enforcado antes de adivinharem a frase, a pontuação do grupo é zero nesta rodada;
 Continua assim até terminarem as frases preparadas;
 Vence a equipe que tiver mais pontos no placar.
OBS: Na sala de aula, esta atividade pode ser feita no próprio quadro, sem necessitar de preparação prévia. Para isso, basta desenhar a forca, linhas tracejadas representando cada letra da palavra/frase e as partes do boneco a cada jogada.
VARIAÇÕES:
1. Quem ganhar no par ou ímpar começa o jogo como carrasco escolhendo um envelope com uma frase e comandando a atividade para o grupo oponente.
2. O jogo pode ser feito ao mesmo tempo com as duas equipes. Tira-se o par ou ímpar para decidir quem começa e a cada erro a vez passa para o outro grupo. Ganha a rodada o grupo que estiver na vez e acertar a frase. Na próxima rodada quem inicia a jogada é o grupo que perdeu. Nessa variação, quem comanda é o professor.
3. Em turmas mais adiantadas, os próprios grupos podem criar as frases que serão descobertas pela equipe oponente.

2. WHAT A MESS! (Que confusão!) – Frases embaralhadas
 Preparar cartões com partes de frases negativas (em torno de 3 para cada grupo) e misturá-las;
 Dividir a classe em dois ou quatro grupos;
 Entregar a mesma quantidade de frases para cada equipe, que deve tentar organizá-las;
 Estipular um tempo para a atividade (por exemplo, 1 minuto);
 Ao término do tempo (indicado pelo sinal do professor) cada equipe deve parar o trabalho;
 Ganha a equipe que tiver conseguido organizar mais frases corretamente.
OBS: Caso todas as equipes tenham terminado de organizar as frases antes do tempo, vale o critério da correção das frases. Eliminam-se as frases que estejam com palavras trocadas de lugar.
VARIAÇÃO: Quando as turmas já apresentarem um bom desenvolvimento em inglês, pode-se terminar o jogo quando o primeiro grupo tiver conseguido cumprir a tarefa inteira.

3. Interrogative form (Nilce e Alessandra)

- estrutura interrogativa: inversão da posição SUJEITO e VERBO.
Exemplo: She is a teacher.
Is she a teacher?

- Respostas curtas:
Afirmativas: Yes, I am; Yes, you/we/they are / Yes, he/she/it is
Negativas: No, I’m not; No, you/we/they aren’t; No, he/she/it isn’t
Exemplo: Is she a teacher?
R= Yes, she is. (or) No, she isn’t.

- Atividade prática para fixação do conteúdo:

1. HOT POTATO (Batata Quente!)
 Organizar a classe em um grande círculo;
 Escolher um objeto para representar a “batata quente”;
 Ao sinal do professor, os alunos deverão passar a batata quente de mão em mão rapidamente;
 A um segundo sinal, o aluno que estiver com a batata quente responderá a uma pergunta com o verbo “to be”, que será formulada pelo professor ao mostrar a gravura de uma personalidade;
 O aluno deverá dar uma resposta curta;
 O aluno que der o maior número de respostas curtas corretas será o vencedor.

CONCLUSÃO
Com este trabalho, esperamos poder ajudar no ensino-aprendizagem dos alunos da Educação de Jovens e adultos da Escola Estadual Cel. Aluízio Pinheiro Ferreira, proporcionando a eles uma visão encorajadora da disciplina Língua Estrangeira que deverão estudar nos próximos anos.


BIBLIOGRAFIA

FARIA, Rita Brugin de & MORINO, Eliete Canesi. Start Up – Stage 5. São Paulo: Ática, 2006.

RICHARDS, Jack C. Interchange Third Edition (Teacher’s Edition). Cambridge: Cambridge University Press. 2005.


Atividades não usadas durante o seminário

3. IS IT TRUE OR FALSE? (É verdadeiro ou falso?)
 Selecionar algumas figuras de personalidades ou profissões (cujo vocabulário já foi dado);
 Escrever 10 sentenças negativas (5 verdadeiras e 5 falsas) sobre as figuras escolhidas;
 Divida as sentenças em dois envelopes (de cores diferentes);
 Divida a classe em dois grupos (ou selecione dois pequenos grupos caso o público seja muito grande, por exemplo: o grupo representante das “girls” e o dos “boys”);
 Os representantes dos grupos tiram par ou ímpar (even or odd) sendo que o vencedor escolhe um envelope e seu grupo começa o jogo;
 O professor mostra uma figura (ex: a de uma modelo), diz uma sentença negativa e mostra a frase por escrito (ex.: She isn’t a teacher), depois faz a pergunta “Is it true or false?” para o primeiro grupo;
 A equipe deve dar uma resposta (neste caso “TRUE”);
 Caso não saiba a resposta, o grupo deve dizer “SKIP” (que quer dizer “pule, passe”) então o professor deve direcionar a pergunta para o outro grupo, que, se responder corretamente ganha um ponto, mas se responder errado, marca um ponto para a equipe adversária;
 O professor faz uma nova pergunta do envelope da segunda equipe e procede do mesmo modo como fez com a primeira;
 Continua assim até terminarem as perguntas. Ganha a equipe que fizer mais pontos.


Frases da atividade hangman
Angélica is not a cook.
I am not a soccer player.
Ronaldinho is not handsome.
I am not fat.
You and I are not tall.
Guga and Pelé are not actors.
The cell phone is not big.
The guará is not ugly.

2 comentários:

  1. Olá, encontrei este blog procurando pelo Prof. Franco Avelar na INTERNET, aliás o melhor prof. d inglês que já tive.
    Estou me preparando p/ o exame do IRBr e preciso contactá-lo, por favor,repasse a ele meu e-mail.
    Antecipadamente agradeço.
    Edileida Cordeiro.
    meliponina@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Olá, Edileida! Faz muito tempo que não tenho contato com o professor Franco Avelar mas vou procurar entrar em contato com ele para passar seu e-mail. Se conseguir, envio uma mensagem.
    Não deixe de visitar o blog. Os comentários dos visitantes são preciosos para mim.
    Um grande abraço.

    ResponderExcluir